Jesper Just

8 11 2009

O artista de vídeo de renome internacional Jesper Just apresenta-se pela primeira vez com uma exposição individual em Portugal, no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

A exposição individual de Jesper Just no CAM inclui uma instalação vídeo de 3 filmes interrelacionados do ponto de vista temático: A Voyage in Dwelling, A Room of One’s Own e A Question of Silence (2008). Além desta trilogia, a exposição incluirá o primeiro trabalho de Just, de 2002, No Man Is an Island, o trabalho This Love is Silent de 2003, Something to Love (2005) e It Will All End in Tears (2006).

Do meu ponto de vista, apreciei bastante o seu trabalho e achei extremamente belo a forma como desenvolve toda a narrativa. Penso que os vídeos a que tive acesso remetem para questões emocionais e psicológicas muito fortes, onde a narrativa (quase sempre silenciosa) é aberta e pouco explícita, como se não existisse um fio condutor de quando começa e acaba a história concretamente. Faz assim com que o espectador esteja livre de fazer as suas próprias interpretações. Existe sempre uma certa ambiguidade, mistério e fantasia, quase como se fosse algo do nosso inconsciente temperamental e onírico. Penso que muitas vezes são evocadas emoções como o amor, a felicidade, a tristeza e a depressão, bem como as relações pessoais e emocionais entre as personagens. Achei muito interessante o modo como a música é envolvida na narrativa, fazendo parte dela e acentuando ainda mais as emoções transmitidas. 

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: