Braun

13 12 2009

A Braun, fabricante de electrodomésticos, foi fundada em 1921 por Max Braun em Frankfurt. Após a sua morte, em 1951, a empresa passa a ser dirigida pelos seus 2 filhos, Artur e Erwin, que decidiram implementar um programa racional e sistemático de design, e em 1952 a marca Braun assumiu a sua presente forma. Com este objectivo foram contratados em 1954 o professor Wilhelm WagenFeld e designers como Fritz Eichler, associado á Hochschule Fur Gestaltung, Ulm, para redesenhar os aparelhos de rádio e os fonógrafos da empresa. Eichler contratou outros designers associados á Hochschule Fur Gestaltung, como Otl Aicher, Hans Gugelot e Dieter Rams, para desenharem produtos simples e sem ornamentos. Assim, foi pioneira da estética minimalista, onde todas as características supérfluas são eliminadas. A Braun criou uma imagem institucional arrojada e reconhecida, que marcava presença em todas as áreas da empresa, desde o marketing até aos produtos. A Braun usa o design inovador para conseguir avanços técnicos e funcionais e estabelecer a tradição de progressismo no seio da sua equipa de design. A clareza estética dos produtos Braun é o resultado da ordenação lógica dos elementos e busca da totalidade simples e harmoniosa.





Dieter Rams

11 12 2009

“Os bons designers têm sempre de se manter na vanguarda, sempre um passo à frente dos tempos. Devem e têm de questionar tudo o que é óbvio. Têm de ter intuição para a mudança de atitude das pessoas. Para a realidade em que vivem, para os seus sonhos, desejos, preocupações, necessidades, hábitos de vida. Também têm de ser capazes de identificar de forma realista as oportunidades e os limites da tecnologia.”   

Dieter Rams

10 princípios do bom design:
 O bom design é inovador.
 O bom design faz um produto ser útil.
O bom design é estético.
 O bom design nos ajuda a entender um produto.
 O bom design é discreto.
 O bom design é honesto.
 O bom design é durável.
 O bom design é resultado de cada detalhe.
 O bom design é preocupado com o meio ambiente.
 O bom design é tão pouco design quanto possível.